Consumidor

As relações consumeristas são todas reguladas pelo Código de Defesa do Consumidor. O CDC, estabelece normas de proteção e defesa do consumidor, de ordem pública e interesse social. Sua origem remonta à Constituição Federal do Brasil/1988, a qual estabeleceu definitivamente a defesa do consumidor como direito e garantia fundamental do cidadão (art. 170, V, CF).

O CDC tem uma abrangência que envolve desde relações de compra de produtos (alimentos, roupas, brinquedos, eletrônicos), compra de bens duráveis (terrenos, apartamentos, carros) até as contratações de serviços (plano de saúde, telefonia móvel, conserto de eletrodomésticos). Suas normas objetivam regularizar as relações de consumo, protegendo o consumidor de prejuízos na aquisição de produtos e serviços.

Desta forma, os consumidores com ciência de seus direitos, através de reclamações ou comprovação do não cumprimento do CDC, poderão acionar os órgãos de defesa.

O artigo 6º do CDC apresenta os direitos básicos do consumidor, dentre eles:

  • Educação e divulgação sobre o consumo adequado e correto dos produtos e serviços;
  • Proteção da vida, da saúde e da segurança;
  • Informações (quantidade, qualidade, composição, característica e preço) sobre os produtos e serviços;
  • Proteção contra a publicidade enganosa e abusiva (caso seja enganado tem o direito de trocar o produto ou ter o dinheiro de volta);
  • Qualidade e eficiência dos serviços públicos em geral.

Ficou com alguma dúvida? Deixa para a gente nos comentários ou entre em contato pelo nosso e-mail ou Whatsapp.

1 Comentário

  1. Fernanda Zanatta

    Informações muito úteis e válidas! Parabéns!

    Responder

Deixe uma resposta

Quer conversar pelo WhatsApp?

Acúmulo de Funções

Atrasos de entrega

Bancos e instituições financeiras

Cobrança duplicada